Ir para o conteúdo

Prefeitura de Charqueada / SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Charqueada / SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
12
12 AGO 2021
ADMINISTRAÇÃO
Prefeitura de Charqueada entra com ação na justiça por isenção de pedágio
enviar para um amigo
receba notícias
A Prefeitura de Charqueada deu entrada em uma ação judicial pedindo a isenção da tarifa de pedágio para os moradores e usuários do trecho entre a cidade e Piracicaba. O município alega que a instalação da praça de pedágio é desproporcional e inconstitucional.
O tema ganhou ainda mais força depois de o deputado Roberto Morais (Cidadania) intermediar uma reunião na tarde desta quinta-feira (12), de forma virtual, com representantes da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), o prefeito Rodrigo Arruda, o vice-prefeito de Charqueada, Jonas Lanjoni, e os vereadores Fernando Piva Ciaramello, Marcos Ribeiro de Arruda, Paulo Rogério Fattore, João Eurides Cardoso, Sebastião Nunes, Washington Benício, Maria José da Silva e Márcio dos Reis. A sociedade civil também esteve representada por moradores de Charqueada.
O documento enviado à justiça alega ainda que não há rota alternativa para o cidadão charqueadense que deseja ir a Piracicaba sem precisar pagar o pedágio. “Se optar pelo trajeto sentido Rio Claro, além da distância superior a 74 quilômetros, também há um pedágio”, diz trecho da ação. E complementa: “Portanto, não há via alternativa gratuita aos munícipes residentes em Charqueada para deslocamento até Piracicaba.”
Já para o charqueadense que opta por ir até Piracicaba via São Pedro também veria seu percurso aumentar consideravelmente, passando de 59 quilômetros.
“Desta forma, o objetivo desta ação é a condenação da requerida em obrigação de não fazer, consistente na suspensão a cobrança de pedágio instituído no trecho da SP 308 (Rodovia Hermínio Petrin), que liga Charqueada a Piracicaba, até que seja providenciada uma via alternativa, gratuita, em boas condições de uso, que leve o usuário ao mesmo destino, ou seja, a cidade de Piracicaba.”
O prefeito Rodrigo Arruda disse que tem conversado com os cidadãos. "Cabe a nós representar a vontade popular. E hoje, o que notamos, é um descontentamento geral com o pedágio."
Pedágio na região
As cobranças acontecem nas rodovias SP-304, entre Piracicaba e São Pedro, e também na SP-308, entre Piracicaba e Charqueada.
A instalação desses pedágios faz parte da concessão para a Eixo SP de mais de 1,2 mil quilômetros de rodovias que ligam essa região, no centro do estado, até a região oeste, na divisa com o Mato Grosso do Sul.
Na Rodovia Geraldo de Barros (SP-304), no km 183+400 entre Piracicaba e São Pedro, o valor inicial da tarifa é de R$ 5,89, chegando a R$ 12,40. Na Rodovia Hermínio Petrin (SP-308), no km 182+250 entre Piracicaba e Charqueada, os valores vão de R$ 5,22 a R$ 11.
Segundo a Eixo SP, com o funcionamento dos pedágios haverá um sistema diferente de cobrança nas praças, com desconto progressivo para quem usa o trecho frequentemente. O desconto pode chegar a 80% para quem passa mais de 30 vezes no trecho dentro de umh mês. Além disso, há um desconto de 5% para todos os motoristas que usam o sistema de cobrança automático nos veículos.
Autor: Comunicação Charqueada
Local: Charqueada
Seta
Versão do Sistema: 3.2.5 - 03/08/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia